Lidar com a dieta sem glúten durante as festas de final de ano
Dietas e Emagrecimento

Lidar com a dieta sem glúten durante as festas de final de ano



Os seus amigos e membros da família pensam que você é [email protected]?

Jane Anderson 


2012 Christmas Food available now
dietas-e-emagrecimento/dietas-e-emagrecimento-56ce2225ec53d.jpg


Como a maioria das pessoas com doença celíaca ou sensibilidade ao glúten, eu tenho muito, muito cuidado com o que como. Consequentemente, é extremamente raro para mim para provar alimentos feitos por outra pessoa, mesmo  assegurando-me que é absolutamente livre de glúten.

Embora este seja o procedimento padrão para mim, muitas vezes eu percebo olhares e comentários de pessoas que indicam que estou sendo muito cuidadosa. Ele vem com mais frequência no tempo de festas do que em qualquer outro momento, muito provavelmente porque as férias envolvem socialização  e muito convívio relacionado com os alimentos.

Não há dúvida de que as festas de final de ano podem ser difíceis para nós - em todos os lugares, há toneladas de alimentos que não podemos comer, além de que há muita pressão de amigos e parentes para "provar só um pouquinho" (e aborrecimento evidente quando você não aceita). É difícil manter o seu equilíbrio emocional quando as pessoas ficam irritadas com você simplesmente por fazer o que você precisa fazer para proteger a sua própria saúde.

Eu não tenho a pretensão de ter todas as respostas. Mas eu esbocei alguns pensamentos:


Para muitas pessoas que têm a doença celíaca ou sensibilidade ao glúten, Confraternizações e as Ceias de  Natal e Reveillon representam um pouco de tortura - somos confrontados com  guloseimas de excelente aparência, e nós não somos capazes de desfrutar de qualquer uma delas. Ao mesmo tempo, temos amigos bem-intencionados, mas sem noção sobre o assunto e parentes que tentam atrair-nos para oferecer petiscos que quase certamente não são seguros.

Eu vou admitir, houve vezes que eu evitei socialização em torno dos feriados, especialmente com os amigos e parentes que não vejo com muita frequência. A maioria deles não entende o quão cuidadosa eu preciso ser (em alguns casos, é óbvio que eles acham que eu estou sendo ridiculamente mais cautelosa, ou pior, um pouco louca) e  parecem não  entender como você acaba se sentindo excluída  quando  não pode comer qualquer alimento que está sendo servido.

No entanto, na maioria dos casos não é necessário evitar festas e outros eventos sociais. Vai levar algum tempo para se acostumar, mas você pode reorientar a sua mentalidade emocional de modo que você não esteja focado na comida de todo, apenas sobre as pessoas e a celebração. 

Aqui estão cinco pensamentos e idéias que podem ajudar você a lidar com isso:

1? É normal se sentir triste. Alimentos representam grande parte da vida da maioria das pessoas, e que desempenham um papel ainda maior em torno dos feriados e festas. Portanto, quando você se depara com mais uma comemoração onde nada é livre de glúten (mas a abundância de alimentos que você realmente gosta, se você não precisa seguir a dieta livre de glúten ), a tristeza é perfeitamente normal. Reconhecer o sentimento, mas não se debruçar sobre ele ou (pior ainda) chafurdar nele. Em vez disso, prometa-se um prazer seguro na primeira oportunidade que tiver,  e  nesse momento concentre-se nas pessoas.

2? Não seja tentado a assumir riscos desnecessários. Se enganar na dieta sem glúten não é uma opção - mesmo se você não tem sintomas graves de ingestão de glúten, você ainda corre o risco de danificar a sua saúde. No entanto, não é fácil falar em não assumir riscos, especialmente se você está bebendo álcool na festa. Não faça isso - você vai se arrepender amanhã. 

3? Lembre-se que seus amigos ou parentes são iletrados sobre glúten, não insensíveis. É fácil sentir-se excluída em uma confraternização onde ninguém se preocupou em oferecer algo para você mastigar. Eu me senti assim, mesmo quando eu disse para as pessoas não se preocuparem em fazer qualquer coisa para mim - injusta e irracional, eu sei, mas é difícil organizar as emoções. Mais uma vez, reconheça as emoções e tente superá-las. Você está lá para ver as pessoas, não para comer biscoitos de Natal.

4? Não se julgue e tente manter o silêncio sobre questões de saúde de outras pessoas que podem estar  ligadas ao glúten. Este é mais um grande problema para mim - eu fico chateada quando vejo pessoas (parentes e amigos) empanturrando-se de alimentos com glúten, quando é obvio que eles têm algumas questões de saúde que indicam um possível problema com glúten. É difícil para mim, nessas circunstâncias, não dizer nada - estas são pessoas de quem gosto. Mas as pessoas ficam irritadas sobre fazer os exames ou testarem ficar sem glúten. Eu menciono o assunto uma vez com cada pessoa que eu acho que a dieta poderia ajudar (caso contrário a minha consciência me incomoda, ), mas depois eu tento calar a boca sobre isso.

5? Se possível, organize a festa em sua própria casa e se certifique que tudo seja livre de glúten. Esta é a minha favorita das cinco dicas no meu artigo sobre lidar com a dieta sem glúten durante as  comemorações de final de ano. É maravilhoso ser capaz de socializar e não se preocupar com a comida, porque você fez e é tudo sem glúten, com segurança . Também é muito difícil de se sentir excluída, uma vez que tudo na festa é seguro para você comer. É muito trabalho, mas é absolutamente seguro.

Este é um processo, não um evento único. Houve vezes até recentemente, quando eu perguntei se eu deveria ficar em casa, em vez de enfrentar outra vez essa situação... Diga sim ao convívio social onde você não pode comer qualquer alimento pois você sempre pode levar sua própria comida e confraternizar com os amigos e parentes. Vale a pena fazer o esforço em quase todos os casos. As festa de final de ano eram minha época favorita, pré-diagnóstico, e é maravilhoso poder voltar a apreciá-las, enquanto me sinto com saúde. Asse alguns biscoitos de Natal, encontre alguns bastões de doces,  ou crie toda uma refeição sem glúten  e desfrute da temporada.

http://celiacdisease.about.com/od/Coping_with_Celiac_Disease/a/Holidays-Emotions-Gluten-Free.htm




loading...

- 6 Coisas Que Todo Mundo Precisa Saber Antes De Iniciar Uma Dieta Sem Glúten
Para VOCÊ que seguiu o conselho da nutri ou do médico ou da blogueira ou da celebridade ou leu o livro ?Barriga de Trigo? e resolveu tirar o glúten da dieta: 6 coisas que todo mundo precisa saber antes de iniciar uma dieta sem glúten Raquel...

- Muitas Pessoas Com Sensibilidade Ao Glúten Não-celíaca Não Fizeram Exames Adequados
Por SHEREEN JEGTVIGNOVA YORK - 07 de maio de 2014 Tradução: Google / Adaptação: Raquel Benati (Reuters Health) - As pessoas que acreditam serem sensíveis ao glúten nem sempre foram adequadamente testadas para descartar a doença celíaca, relata...

- Como Viver Sem Glúten Sem Sacrificar A Sua Vida Social ?
POR JENNIFER BLANCHARD11 DE JUNHO DE 2013  Tradução: Google  /  Adaptação: Raquel Benati Quando passei a viver sem glúten três anos e meio atrás, um dos meus primeiros pensamentos foi: "Bem, lá se vai minha vida social." Afinal,...

- Seis Sinais De Que Você Pode Ter Algum Grau De Sensibilidade Ao Glúten E Não Saber
01/12/2012 - PF Louis Tradução: Google / Adaptação: Raquel Benati (NaturalNews) O reconhecimento de que existe Sensibilidade ao Glúten, que é diferente da Doença celíaca, não é coisa fácil. Exames médicos falham muitas vezes, com resultados...

- Diferença Entre Doença Celíaca E Sensibilidade Ao Glúten
Com o Dr. Dan Neumann Tradução: Google / Adaptação: Raquel Benati Sensibilidade ao glúten pode ter sintomas semelhantes à doença celíaca, no entanto, existem diferenças importantes entre as condições.  Leia a transcrição ou...



Dietas e Emagrecimento








.